Notas, moedas e terminais de pagamento estão contaminados

Dinheiro, notas e moedas podem abrigar vírus e bactérias. Eles são uma possível fonte de contaminação e, portanto, de disseminação de epidemias: gastroenterite, gripe ou coronavírus.

– No Brasil, 52% dos pagamentos nas lojas são feitos em dinheiro, como discutimos aqui.

– Um estudo em inglês encontrou 19 tipos de bactérias em moedas e notas, algumas das quais são fatais.

– O vírus da gripe pode sobreviver por até nove dias com passagens, de acordo com um outro estudo em inglês.

Seria então o caso de tirar o dinheiro vivo de circulação e, assim, eliminar o risco de contaminação?

Infelizmente, isso não é tão simples.

A eliminação do dinheiro e a evolução para uma “sociedade sem dinheiro” apresentam muitos problemas, em termos de eficiência econômica, mas também de respeito pela liberdade de escolha.

Além disso, a substituição de dinheiro por cartão de crédito ou de débito não resolve necessariamente o problema de transmissão de patógenos.

De fato, os terminais de pagamento também são uma possível fonte de contaminação, devido às manipulações que eles sofrem ao longo do dia por parte de clientes e funcionários, sendo o teclado a área de maior risco.

Por que você deve favorecer o pagamento por aproximação

Para limitar a propagação de vírus, bactérias e outros germes, a solução mais direta é limpar e desinfetar o terminal de pagamento.

Isso é algo muito bom, mas não é a melhor opção.

A solução real é evitar o contato entre o terminal de pagamento e o cliente. E, para isso, você deve incentivar o uso de pagamentos por aproximação (via NFC), pelo menos durante períodos epidêmicos.

O problema é que comerciantes e clientes nem sempre estão cientes das possibilidades disponíveis em termos de pagamento sem contato.

Não sabe o que é pagamento por aproximação?

NFC não se trata apenas de cartão

Na maioria das vezes, o pagamento sem contato é feito com cartão bancário e é limitado a uma pequena quantia: vendas até R$50. Há também um limite diário máximo de transações que o cliente pode fazer.

Mas, lembre-se de que o cliente pode usar um smartphone para fazer pagamentos sem contato, e isso sem limite de gastos.

Existem várias maneiras de fazer uma transação por aproximação na presença do cliente. Vamos resumi-las:

Solução n ° 1: a máquina lê o cartão sem contato do cliente – Se o cliente não souber se o cartão dele possui essa funcionalidade, peça para ele verificar se o mesmo tem ou não o logotipo “sem contato”, geralmente encontrado no canto superior direito do cartão:

Logo Cartão com NFC

Logo do NFC (pagamento por aproximação). Imagem: Mobile Transaction

Moderninha Pro 2 recebendo pagamento com cartão via NFC

NFC da Moderninha Pro 2 evita que o cliente e o cartão toquem na máquina

Solução nº 2: o terminal lê os cartões armazenados no smartphone do cliente – O smartphone deve ser compatível com NFC e hospedar um aplicativo de pagamento de carteira eletrônica que permita o armazenamento de dados do cartão bancário. Estes são principalmente Apple Pay, Google Pay e Samsung Pay.

Solução nº 3: o smartphone do vendedor escaneia o cartão do cliente – essa possibilidade ainda não chegou ao Brasil, mas existe. Na França, é comercializada pela Easy Transac.

Solução nº 4: o vendedor lê um código QR no smartphone do cliente – Na prática, isso é feito com o leitor de código de barras ou com a máquina de cartão.

O que você, vendedor, deve fazer?

Três coisas:

1. Informe-se – Você nunca ouviu falar de pagamento por aproximação? Acha que o Apple Pay não é para você? Saiba mais, leia os artigos que dedicamos a essas soluções e converse com seu fornecedor de maquininhas de cartão e outras soluções de pagamento.

2. Equipe-se – Ainda existem muitos vendedores que ainda não possuem uma maquininha de cartão. Ou porque preferem dinheiro ou porque pensam que usar uma máquina é muito caro ou muito complicado.

O primeiro argumento não faz sentido: receber em dinheiro sai mais caro e tem muitas outras desvantagens.

O segundo argumento ficou no passado. Hoje em dia, existem máquinas de cartão profissionais e baratas, sem aluguel e que aceitam de imediato muitos cartões e métodos de pagamento, incluindo pagamento por NFC.

Mercado Pago POint Pro em fundo salmon

Mercado Pago Point Pro lê NFC e custa apenas 12x R$ R$59,90

Se você não sabe que maquininha de cartão escolher, leia sobre  como comprar uma máquina de cartão

3. Informe os seus clientes – Se você não sabe tudo sobre novas formas de pagamentos, imagine o seu cliente.

Portanto, seja pró-ativo: coloque pôsteres ou folhetos em seu estabelecimento comercial explicando por que e como usar pagamentos por aproximação. Ou fale com eles diretamente se vende nas ruas ou de porta a porta.