• Mulher olhando para notas de dinheiro

Como receber pagamentos (com ou sem cartão) pelo celular?

Por |2018-09-05T09:48:49+00:0005/09/2018|Tags: , |

Se você quer lucrar mais e receber pagamentos com ou sem cartão de crédito com o seu celular ou tablet, você vai precisar contar com alguns itens para tornar isso possível. E aqui vão eles:

1 – Um celular do tipo smartphone

Apesar do uso do celular ser bastante comum no Brasil, nem todos eles saem de fábrica com a funcionalidade de baixar os aplicativos necessários para receber pagamentos móveis.

Para isso, você vai precisar de um smartphone, um celular com um sistema operacional Android ou iOS (Apple – iPhone, iPad) – atualmente, as opções disponíveis não funciona em aparelhos Windows Phone. E caso você ainda não tenha um destes, será preciso investir nisso.

A boa notícia é que não é preciso ter um celular de última geração, pois os aplicativos de pagamentos costumam ser leves e simples, mesmo aqueles mais avançados como Android Pay, Samsung Pay e Apple Pay. Apenas verifique a compatibilidade do seu aparelho preferido com o serviço que você pretender contratar antes de fechar negócio.

Lembre-se que você também pode fazer tudo isso com um tablet – uma escolha ainda melhor para quem quer usar essa tecnologia como frente de caixa, pois a tela do celular é muito pequena para isso.

2 – Uma conexão confiável com a internet

Ainda que você não precise de banda larga para receber pagamentos pelo celular, os dados da transação e da autenticação da mesma precisam de algum tipo de conexão para a transmissão e autorização de dados, seja ela 3G, 4G ou Wi-Fi. Assim, é preciso que você tenha contratado um pacote de dados para o seu celular ou tablet.

Mulher de pé segurando e olhando para cartão e celular

Já é possível receber pagamentos com o seu celular via conexão 3G ou Wi-Fi

Mas, acima de tudo, essa conexão com a internet precisa ser estável e confiável.

Se a transmissão de dados for muito lenta ou for constantemente interrompida durante a realização do pagamento, este pode acabar sendo rejeitado pelo serviço que você contratou por uma questão de segurança.

Isso acontece porque o sistema pode “imaginar”, por exemplo, que o problema na transmissão pode estar sendo causado por hackers tentando invadir a rede, e negar a validação dos dados para proteger a você e ao seu cliente.

3 – Uma conta bancária (ou não)

Para receber o saldo das vendas realizadas, você terá que contar com uma conta bancária registrada em seu nome (não pode ser conta de terceiros). Você irá informar os dados dessa conta ao serviço de pagamento, para que este possa fazer a transferência dos saldos das vendas para você.

Atualmente, a grande maioria das empresas aceita tanto conta corrente quanto poupança. E esta pode ser do tipo pessoa física ou jurídica.

Mas, se você não tiver conta bancária, ainda pode ter acesso a essas soluções mesmo assim. Algumas empresas permitem cadastro de pessoas sem conta bancária, como a SumUp ou Moderninha, desde que você adquira a maquininha de cartão juntamente com o cartão pré-pago da empresa. Este pode ser usado para saque dos saldos e compras.

4 – Documentos de comprovação da atividade comercial

Apesar da maioria dos serviços não exigirem apresentação de documentação que comprove a sua profissão ou ramo de atividade, as suas opções ficarão limitadas caso você não tenha ou não o faça. Algumas empresas oferecem limites de transação mais flexíveis para quem apresentou a papelada, por exemplo.

Também acontecem casos em que a documentação é solicitada posteriormente, como forma de comprovar uma venda considerada como suspeita – seja pelo valor ser muito mais alto que o normal, ou pelo produto não estar entre os que foram informados no momento do cadastro.

Assim, dentro do possível, procure contar com a documentação que comprove o seu ramo de atividade (como registro profissional, carteira de conselho, contrato social, website, cartão de visita, notas fiscais, etc) em ordem antes de contratar um serviço de pagamento online.

5 – O serviço que melhor atende ao seu negócio

Para receber pagamentos online pelo seu celular, você terá que contratar um dos serviços disponíveis no Brasil, seja este um leitor ou maquininha de cartão de crédito ou um serviço de carteira digital, entre outras possibilidades.

E se a dúvida surgir diante de tantas opções, lembre-se de que a sua escolha deverá ser baseada no perfil do seu cliente, na sua capacidade de absorver as taxas de transação daquele serviço, e nas opções de pagamento que você deseja oferecer aos seus clientes.

6 – Recomendações

Por último, ouça quem já usa pagamentos móveis e verifique qual serviço eles escolheram, se estão satisfeitos e o porquê.  Também verifique o nível de satisfação dos clientes no Reclame Aqui (porém, lembre-se também de que ninguém vai ao Reclame Aqui para elogiar).

Uma fonte de informação interessante são associações de classe e feiras de negócios, onde você poderá contatar seus colegas de profissão e ouvir opiniões.

Assim, com esses seis itens em mãos, você poderá transformar o seu celular ou tablet em uma máquina de cartão com o mínimo de burocracia e em um prazo bem curto. No mais, é só contabilizar os lucros!