Entrevistamos Monisi Costa, head de Produtos e Pessoa Jurídica do C6 Bank, banco digital brasileiro com mais de 4 milhões de clientes e com valor de mercado fixado em R$11,3 bilhões de reais em dezembro de 2020.

Ela revela os planos do C6 Bank de ampliar a sua oferta de crédito e investimentos para clientes, incluindo a antecipação de recebíveis e capital de giro. Descubra também o que o C6 Bank faz para garantir credibilidade e serviços diferenciados para pessoa física, MEI e pequenos empreendedores.

Quem é Monisi Costa?

Monisi Costa é formada em Ciências Econômicas pela PUC e Pós Graduada em Administração de Empresas pela FGV. Possui mais de 15 anos de experiência em produtos financeiros, como empréstimos, seguros e meios de pagamento. Atualmente, é head de Produtos e Pessoa Jurídica do C6 Bank.

Mobile Transaction Brasil – Como você vê o panorama atual e o impacto da pandemia no mercado de contas digitais no Brasil? 

Monisi Costa – A busca dos brasileiros por contas digitais já vinha crescendo nos últimos cinco anos, principalmente pelo baixo custo e facilidade de acesso aos aplicativos.

A pandemia e o isolamento social fizeram com que a experiência digital ganhasse ainda mais relevância entre os brasileiros, assim como a necessidade de economizar e buscar opções com custo menor para se adequar à nova realidade financeira imposta a tantas famílias e empresas no último ano.

As projeções da empresa idwall dão uma boa ideia do impacto que a pandemia teve na digitalização financeira: só em 2020 foram abertas mais de 95 milhões de contas 100% digitais.

A pesquisa C6 Bank/Ipec que divulgamos no mês passado também é um bom termômetro desse movimento.

Os dados indicam que 57% dos brasileiros com acesso à internet já têm conta em bancos digitais.

Monisi Costa do C6 Bank Foto: Germano Lüders

Monisi Costa, head de Produto e Pessoa Jurídica C6 Bank. Foto © Germano Lüders

Além disso, o cartão de crédito emitido por essas instituições já é o mais usado por 45% dos consumidores. São números muito relevantes e que foram impulsionados por todo o contexto da crise sanitária. Os bancos digitais ganharam espaço não apenas entre pessoas físicas, mas também entre pessoas jurídicas, que precisaram se adaptar e até acelerar os planos de transformação digital durante a pandemia.

Que perfil de empreendedor costuma se interessar mais pelo C6 Bank?

Os produtos e serviços oferecidos pelo C6 Bank têm atraído micro, pequenas e médias empresas. Inicialmente, nossa base de clientes era formada por uma parcela maior de jovens, residentes nas capitais e grandes cidades, mas esse perfil está ficando mais diversificado com o tempo e mudou de forma mais acelerada com a pandemia.

Hoje, atendemos empresários de faixas etárias diferentes, de todas as regiões do país. Queremos interiorizar cada vez nosso atendimento ao cliente pessoa jurídica, um público que ainda está sujeito a altas taxas e burocracia de bancos tradicionais

Qual perfil de empreendedor é mais resistente quanto a abrir uma conta digital?

O crescimento da nossa base de clientes tem avançado em um ritmo tão surpreendente que é até difícil falar em resistência. Atingimos a marca de 1 milhão de contas abertas em menos de seis meses e já ultrapassamos os 7 milhões em menos de três anos de operação. A conveniência, a qualidade e o baixo custo têm encorajado as pessoas e os empresários a experimentarem os nossos produtos.

Temos apostado não apenas em uma oferta completa para pessoas jurídicas, mas também no atendimento personalizado. Para isso, investimos na formação de uma rede nacional, que conta hoje com mais de 500 consultores empresariais cadastrados. Muitos deles são ex-gerentes de grandes bancos, com décadas de experiência no atendimento à pessoa jurídica.

Temos o compromisso de entregar ao cliente uma experiência fluida e simples, de modo que ele tenha a confiança de se servir totalmente sozinho, contando com nosso atendimento online para o que for preciso.

O que tem atraído empreendedores para o C6 Bank?

Nossa estratégia para atrair os empreendedores se apoia em duas frentes. A primeira é a oferta, um banco completo, com a conta corrente, a maquininha e o crédito mais competitivos possível. A segunda é a distribuição, por meio de um modelo que mescla o digital com o físico.

No C6 Bank, o empresário tem um banco completo na palma da mão, com um aplicativo simples e sem burocracia. Essa agilidade e flexibilidade, além do baixo custo, são grandes atrativos para o cliente pessoa jurídica.

E qual a diferença entre a conta PJ e a conta MEI?

Tanto a conta PJ quanto a conta MEI são gratuitas, 100% digitais, com um portfólio de produtos pensado para o empreendedor. Ambas oferecem cartão C6 Business isento de anuidade, Pix grátis por dois anos, 100 TEDs gratuitos, pagamentos de contas, saques gratuitos na rede Banco24Horas, link de pagamento, investimento em CDB e maquininha C6 Pay.

Na conta PJ, o cliente conta ainda com serviço de câmbio. E na conta MEI, tem direito à C6 Tag para passar direto em pedágios e estacionamentos, além de recarga de celular.

O que o C6 Bank oferece em relação à oferta de crédito?

As duas contas (PF e PJ) dão acesso a uma linha de crédito para cobrir despesas inesperadas e empréstimo parcelado para capital de giro. No C6 Bank, quanto mais o cliente usa a conta e a maquininha, mais limite de crédito ele tem.

Em breve, MEIs e PJs também poderão fazer antecipação de recebíveis das maquininhas de cartão e terão acesso a mais limites e menores taxas no capital de giro, com garantia nos recebíveis de cartão.

Quais as vantagens das maquininhas C6 Pay frente à concorrência? Para quem elas são indicadas?

Os três modelos de maquininhas C6 Pay estão disponíveis para clientes Pessoa Física, MEIs e PMEs. Cada modelo tem funcionalidades e vantagens que se adequam melhor a determinados tipos de atividades.

A C6 Pay Supermini, por exemplo, é recomendada para entregadores de delivery e profissionais autônomos, já que ela garante mobilidade e tem um custo mais baixo. Para empresas de maior porte, temos a C6 Pay Smart, que permite a instalação de aplicativos de gestão.

Maquininhas de cartão C6 Pay

C6 Pay tem maquininhas para cada tipo de negócio

A C6 Pay Essencial é uma alternativa para pequenas e médias empresas, como lojas de roupas e restaurantes. Outro grande diferencial é a função multi disponível na C6 Pay Essencial.

Esta integra os sistemas de todos os concorrentes do mercado no mesmo terminal, dando ao lojista a possibilidade de escolher o adquirente que oferece as melhores taxas e condições de pagamento. Quanto mais os clientes usam a maquininha mais limite de crédito eles têm.

E com relação ao Pix?

A C6 Pay oferece Pix gratuito. Recentemente, ampliamos de 3 meses para 2 anos a isenção de tarifa nas transações com Pix para clientes que recebem as vendas pela conta do C6 Bank.

Passado esse período, o varejista terá direito a 100 transações gratuitas por mês e a partir do 101º pagamento, cada transação terá um custo de R$ 0,15. Para se ter ideia, hoje alguns bancos cobram de 1,2% a 2% do valor das vendas feitas com Pix.

Como ter uma maquininha de cartão C6 Pay pode ajudar o novo e pequeno empreendedor a vender mais em um período de distanciamento social e estímulo às vendas pela internet? 

Para estimular as vendas no período de distanciamento, os empreendedores precisam de alternativas que viabilizem o delivery e permitam o pagamento a distância, sem contato físico. Como a C6 Pay é uma maquininha móvel, ela é, por si só, uma facilitadora desse tipo de venda.

Além disso, oferecemos também a alternativa do link de pagamento, em que os estabelecimentos podem enviar cobranças por e-mail, mensagens no WhatsApp, ou outros aplicativos de conversa disponíveis para iPhone e Android.

O que o C6 Bank tem feito para oferecer maquininhas com taxas acessíveis e uma conta digital com custo praticamente zero ao mesmo tempo em que mantém a qualidade dos serviços e a própria rentabilidade? 

De fato, o C6 Bank se diferencia dos bancos tradicionais por ter um custo operacional mais baixo. É um banco que já nasceu digital. Investimos, incansavelmente, em excelência operacional e inovação, buscando sempre fazer melhor, com menos recursos e em menos tempo.

Isso faz parte da nossa cultura e nos move a adotar as tecnologias mais modernas, escaláveis e processos descomplicados.  Todas essas inovações acabam se traduzindo em custos menores para os clientes.

App, Tag e cartão C6 Bank

Serviços C6 Bank inclui cartão de crédito, Pix, pedágio, recarga de celular e Pix

Não cobramos pelas principais transações bancárias do dia a dia (abertura de conta, transferências, pagamento de boletos e saques). Isso encoraja as pessoas a experimentarem os nossos produtos.

Após testarem nossas plataformas e a maneira como atendemos os clientes, a ideia é que se sintam confiantes para trazerem os investimentos, movimentar a conta e contratar os serviços do C6 Bank.

Temos duas grandes fontes de receita: serviços (basicamente tudo aquilo relacionado a cartões de crédito e débito) e crédito (como qualquer instituição financeira, o banco é remunerado pelo spread do crédito). Desde o lançamento nos diferenciamos da concorrência por oferecer aos clientes limites atraentes de crédito com baixo custo e conveniência.

Em que o mercado brasileiro de bancos digitais tem acertado e em que ele ainda precisa melhorar para atender bem às necessidades do novo e micro empreendedor?

Os bancos digitais estão promovendo uma verdadeira revolução no setor financeiro brasileiro ao democratizar o acesso a produtos e serviços, especialmente quando falamos de MEIs e pequenas e médias empresas. Esse é um público mal atendido pelo mercado, sujeito a oferta de crédito escassa, altas taxas e burocracia.

Estamos fazendo a diferença no dia a dia desses empreendedores com uma oferta de baixo custo, um atendimento próximo e com produtos que atendam às suas principais demandas.

+500

consultores empresariais no suporte ao cliente

+1,7 mil

número de colaboradores do grupo C6

+7 milhões

Número de clientes C6 Bank em maio 2021

Em um banco 100% digital, os clientes PJ podem fazer o que precisam para o seu negócio sem ter que gastar parte de seu dia em filas, com processos burocráticos e assinatura de papéis.

Para o futuro, entendo que as contas PJ precisarão ter cada vez mais produtos segmentados para diferentes tamanhos de empresas e ramos de atividade, para atender com excelência tanto o pequeno empresário, quanto grandes empresas.

O que podemos dizer para aqueles que não estão certos se o C6 Bank é confiável?

O C6 Bank foi criado do zero em 2018 por sócios com larga experiência no mercado financeiro e de tecnologia. Montamos uma operação 100% digital, sem agências físicas, sem legado, com sistemas em nuvem, automatização de procedimentos e um modelo de desenvolvimento de produtos baseado em metodologias ágeis.

Em janeiro de 2019, obtivemos a licença de banco múltiplo. Com isso, temos autorização, por exemplo, para oferecer conta corrente, enquanto outras instituições financeiras têm apenas conta pagamento, e nossos clientes têm acesso a um número maior serviços e produtos, como cheque especial, plataforma de investimentos (com CDBs, fundos, renda variável e previdência), transações de câmbio, tag de pedágio (C6 Tag), entre outros.

R$1,3 bi

investimento recebido em dezembro 2020

+40

investidores privados participantes em dezembro 2020

R$11,3 bi

avaliação do C6 Bank após o aporte em dezembro 2020

Em seis meses de operação, já tínhamos 1 milhão de clientes. Segundo o estudo Brazil Digital Report 2020, da McKinsey, somos a instituição financeira digital que mais rapidamente atingiu essa marca. No fim de 2020, já eram cerca de 4 milhões de clientes e uma oferta de mais de 20 produtos na plataforma.

Em dezembro, o banco recebeu um aporte de R$ 1,3 bilhão de mais de 40 investidores privados, que teve o Credit Suisse como agente financeiro da operação. Depois desse aporte, o C6 Bank passou a ser avaliado em R$ 11,3 bilhões.

Começamos, em 2018, com 25 pessoas, mas chegamos ao fim de 2020 com 1.425 colaboradores. Hoje, são mais de 1700 no grupo, que tem, além do C6 Bank, as empresas que se juntaram a nós, como a PayGo, nosso braço de meios de pagamento, a Setis, de soluções para terminais de pagamento, a C6 Seg, assessoria em seguros e resseguros, e a IDEA9, de educação corporativa.

E o que dizer sobre a oferta gratuita de serviços?

Trabalhamos com a proposta de oferecer o melhor custo-benefício do mercado para o cliente. Essa oferta gratuita é possível por causa do nosso modelo de operação enxuta, que não envolve os custos típicos de uma operação financeira tradicional, como agências físicas, servidores físicos e funcionários em grande número.

Mas a instituição também tem em seu portfólio produtos pagos e serviços que geram receita, como o cartão de crédito na versão Black da Mastercard, CDBs, empréstimos, câmbio e serviços para o público pessoa jurídica.

Como fica o atendimento sem agências físicas?

É importante dizer que não ter agências físicas não significa menos atendimento. Pelo contrário. O atendimento ao cliente do C6 Bank funciona 24 horas por dia, 365 dias por ano. Para prestar suporte ao usuário de forma simples, ágil e intuitiva, mantemos cinco canais: chat, telefone, mídias sociais, e-mail e WhatsApp.

Que novidades podemos esperar do C6 Bank para breve? 

O C6 Bank ultrapassou a marca de 7 milhões de clientes em maio e quer manter o ritmo de crescimento neste ano, além de ampliar a oferta de produtos e alavancar a carteira de crédito. Uma das estratégias é justamente reforçar a atuação entre pequenas e médias empresas, com uma oferta completa de serviços para esse público.

Vamos continuar ampliando a base de clientes, completar a oferta de investimento e crescer em concessão de crédito, com antecipação de recebíveis e capital de giro.