Nossa avaliação(3/5)
Maquininha de cartão para quem quer vender serviços RecargaPay

 

RecargaPay é um serviço famoso por seu app de pagamento de contas, recarga de celular e outros, mas que agora também tem uma maquininha de cartão. Veja em nossa análise as vantagens e desvantagens dessa solução.
  • Prós: Opção grátis. Não precisa de conta bancária. Taxa baixa de débito. Diversos serviços.

  • Contras: Maquininha básica. Grátis só com plano mensal. Bateria de baixa duração. Cliente paga taxa. Sem transferência bancária. Poucas bandeiras, Suporte limitado.

  • Compre se: quiser vender serviços RecargaPay.

Maquininha RecargaPay
Maquininha de cartão RecargaPay
R$190,00
Grátis com Plano Premium+
Funciona com celular ou tablet Android ou iOS (Apple)
Conexãovia 3G/4G ou Wi-Fi
Tipo de cartãochip
Peso88g
Tamanho10,0(L) x 5,93(C) x 1,35(A) cm
Bateriaaté 4h em uso
Recibopor e-mail ou SMS (mensagem de texto) ou WhatsApp

Gratuidade exige plano mensal

A primeira coisa que você precisa entender sobre a maquininha RecargaPay é que ela só é grátis se você assinar o plano Prime+ da empresa. Do contrário, você precisa pagar R$190,00 por ela.

O Prime+ custa R$14,99/mês e você deve pagar 12 meses antecipadamente para receber a maquininha. E terá que renovar esse pagamento anualmente para continuar usando o aparelho sem pagar por ele.

App RecargaPay

App RecargaPay está disponível para Android e iOS (Apple)

Assim, é como se você estivesse pagando taxa de aluguel pela maquininha, um custo fixo que você precisa considerar se é ideal para o seu negócio.

Por outro lado, se você decidir ter uma maquininha RecargaPay, é mais interessante ter o plano que comprar a maquininha.

Isso porque ele lhe dá acesso a mais serviços e há outras opções mais baratas de mesma qualidade técnica, como a Minizinha ou Mercado Pago Point Mini.

Não é preciso conta bancária

Para solicitar a maquininha RecargaPay, você vai precisar baixar o app grátis e fazer o pedido por meio dele – a maquininha leva até 12 dias para ser entregue.

Porém, essa opção pode não estar disponível de imediato para você. Nesse caso, você deve entrar em contato com a central de atendimento.

O aplicativo pode ser usado em celulares e tablets Android (sistema operacional 4.1 ou superior) ou Apple (sistema operacional 10.3 ou superior). Você deve se dirigir à Google Play ou App Store, de acordo com o sistema operacional do seu aparelho.

Cartão pré-pago RecargaPay

Cartão pré-pago RecargaPay faz saques e compras

Durante o cadastro, será solicitado um documento de identificação (CPF, RG ou CNH) juntamente com uma foto do mesmo e uma selfie sua. Você também deve criar uma senha de segurança (PIN).

Não é necessário CNPJ nem conta bancária – assim, solicite também o cartão pré-pago para fazer saques e compras com ele.

Veja os prós e contras de um cartão pré-pago de máquina de cartão

Maquininha RecargaPay é bem básica

A RecargaPay não revela muitos detalhes sobre a maquininha no site. Mas podemos ver que ela é PAX D150, um modelo básico.

Este só aceita cartão de chip e envia recibo por WhatsApp, e-mail ou mensagem de texto (SMS).

A maquininha RecargaPay é preta, e funciona via celular ou tablet com Bluetooth. Ou seja, ela não tem chip próprio, nem pacote de dados, usando a internet 3G/4G ou Wi-Fi de seu aparelho para realizar pagamentos.

Maquininha de cartão RecargaPay

Cartão pré-pago RecargaPay faz saques e compras

O tamanho dela é 10 x 5,93 x 1,35cm e o peso é de 88g, o que faz dela interessante para levar no bolso ou na bolsa.

Mas a bateria dura apenas até 4 horas, por isso esteja preparado para recarregá-la durante o dia – ela vem com cabo USB. O visor é monocromático e o teclado é físico.

Assim, se você está procurando por uma maquininha para entregas, há opções mais interessantes no mercado.

Faz recarga de celular e pagamento de boleto

Você pode usar a maquininha RecargaPay de duas formas: para receber pelos seus produtos e serviços ou para vender os serviços incluídos no aplicativo da empresa.

Se você estiver interessado na segunda opção, você poderá oferecer o seguinte para o seu cliente:

  • Pagamento de contas e boletos: água, luz, internet, IPVA, IPTU e outros, com parcelamento em até 12 vezes

  • Recarga de celular: Oi, Claro, Vivo, Tim, Nextel e Algar, com 5% de cashback

  • Cartão de transporte: Bilhete  Único (São Paulo, São José dos Campo e São Luís), VEM (recife), URBS (Curitiba) e outros, com 5% de cashback

  • Enviar dinheiro: para amigos que também tenham o app RecargaPay, até R$50 por operação

  • Vale-presente: créditos pré-pagos para serem usados em aplicativos parceiros, como Uber, Google Play e Xbox

  • Zona Azul: compara de CAD (Cartão Azul Digital) com 5% cashback

  • Empréstimo: disponibilizado sob consulta, e o dinheiro deve ser usado para pagar por serviços oferecidos pelo app.

Quem assina o Prime+ também tem direito a fazer recargas offline e pela internet. O cashback também passa a ter número ilimitado de transações e sobe para 10% para recarga de celular e Zona Azul.

O limite de pagamento de contas também sobe para R$3 mil/mês (para os outros planos, o limite é de R$500/mês). Porém, se os serviços forem pagos em dinheiro e não em cartão de crédito, todos esses limites e taxas de cashback mudam.

Você também pode indicar amigos e ganhar R$10 para cada novo cadastro.

Conheça a AQPago, outra maquininha com serviços extras

Taxa de débito é barata

Já se você for usar a maquininha de cartão RecargaPay para receber pelos seus próprios produtos e serviços, pagará taxas sobre vendas realizadas.

Estas diferem de acordo com a forma de pagamento e prazo de recebimento dos saldos.

Taxas
RecargaPay
Débito1,79% – saldo 1 dia
Crédito à vista
ou parcelado
3,19% – saldo 30 dias
3,69% – saldo em 14 dias
4,69% – saldo em 1 dia
Antecipação1,99% ao mês

Para vendas no débito, a taxa é de 1,79% e o saldo é liberado em 1 dia. Este é um custo bem interessante, abaixo do que é cobrado por maquininhas de empresas fortes no mercado.

Para o crédito à vista ou parcelado, a taxa é de 4,69% para saldo em 1 dia; 3,69% para saldo em 14 dias; 3,19% para saldo em 30 dias. Se você quiser fazer a antecipação das vendas parceladas, a taxa é de 1,99% ao mês.

Assim, as vendas no crédito têm taxas competitivas, mas você encontra maquininhas com taxas mais baratas.

Você ganha comissão sobre serviços vendidos

Se o seu cliente paga contas usando a maquininha RecargaPay, você ganha R$0,50 por cada conta paga acima de R$20 mais a comissão sobre o valor total pago pelo cliente.

Para débito, essa comissão é de 0,70%. Para crédito à vista, é de 1,02%. Para parcelamento, ela varia de 1,02% até 1,18% a depender do número de parcelas.

Porém, diferente de outras maquininhas de cartão para celular, o seu cliente sempre paga uma taxa pelo serviço. Você não pode pagar por ele.

Comissão
RecargaPay
Pagamento de contasR$0,50 + porcentagem sobre o valor total
Recarga de celular2% (claro e Oi) ou 5% (outras operadoras)
Vale-presente3%

Para débito, esta taxa é de 3%. Para crédito à vista, é de 6%. Para parcelamento, ela varia de 8% até 28,50% a depender do número de parcelas.

Já se você vender recarga de celular, a comissão é de 2% para Claro e Oi, e de 5% para as outras operadoras. E para venda de vale-presente, a comissão é de 3%.

Porcentagem
Pagamento de Contas
Você recebeSeu cliente paga
Débito0,70%3%
Crédito à vista1,02%6%
Parcelado1,02% até 1,18%8% a 28,50%

Observe, porém, que todos os valores acima são para quem tem plano de assinatura Prime. Quem não tem, recebe valores mais baixos.

E esta é mais uma razão para só comprar a maquininha RecargaPay se puder arcar com o plano mensal.

Não há transferência bancária

Os ganhos que você tiver com a venda de serviços serão depositados na conta digital do aplicativo em 1 dia após pagamento. Você poderá acompanhá-los em uma seção específica do menu chamada de “Meus Ganhos”.

Porém, essa seção só é atualizada na primeira semana do mês seguinte. Já o histórico de transações pode ser visualizado no aplicativo ou no site da empresa.

O valor acumulado pode ser usado para pagar por serviços com o próprio aplicativo. Ou você pode sacá-lo nos caixas eletrônicos da rede Banco24Horas ou Cirrus, ou em casas lotéricas, usando o cartão pré-pago. Este tem bandeira Mastercard.

Cartão pré-pago
RecargaPay
BandeiraMastercard
Onde sacarBanco24Horas, Cirrus e lotéricas
Limite de saqueR$1 mil (banco) ou R$700 (lotéricas)
Extras1% cashback + cartões adicionais

O saque em caixas eletrônicos tem limite de R$1 mil. Nas lotéricas, o limite é de R$700. Não é possível fazer transferência do saldo para uma conta bancária.

O cartão pré-pago também pode ser usado para compras nacionais e internacionais, e vem com 1% de cashback. E você pode solicitar cartões adicionais.

Bandeiras são poucas

A maquininha de cartão Recarga Pay passa apenas cartão de chip, tanto no débito quanto no crédito. Ela também faz parcelamento.

Porém, o número de bandeiras é bastante limitado: apenas Visa, Mastercard, Elo e Hipercard. Essas são as principais bandeiras do mercado, porém, ficam faltando cartões importantes, como Hiper, American Express e Diners Club.

Cartões Aceitos
VisaMastercardHipercardElo

Assim, é preciso que você tenha certeza de que essas bandeiras são suficientes para os seus clientes antes de optar por essa maquininha.

Por conta da natureza dos serviços, os quais não são ligados ao setor de alimentação, nenhum cartão-refeição está incluído.

Qual maquininha de cartão aceita qual bandeira?

Suporte é 24h, mas por formulário

A RecargaPay conta com uma central de atendimento funcionando 24 horas por dia, 7 dias por semana. E isso é ótimo já que nunca se sabe quando se vai precisar de ajuda.

Porém, esse suporte acontece apenas por meio de formulário – não há atendimento por telefone ou redes sociais. Por outro lado, é importante notar que a garantia da maquininha é ilimitada, graças à mensalidade.

No Reclame Aqui, a empresa tem conceito Bom e nota do consumidor 5.92. Ela respondeu a 100% das reclamações e solucionou 76.2%, sendo que destes 62.2% afirmaram que voltariam a fazer negócio com a empresa.

O Veredicto

A maquininha de cartão RecargaPay é uma opção interessante para quem pode arcar com o plano de assinatura e quer vender os serviços da empresa. Pode também ser uma opção para quem não tem conta bancária e vende mais no débito.

Por outro lado, trata-se de uma maquininha básica, com bateria de baixa duração. Você terá que pagar o custo mensal e irá receber um número bem baixo de bandeiras.

De modo geral, ela só vale a pena se você puder manter o custo fixo do plano e tiver interesse em vender os serviços do app.

Prós

  • Opção grátis

  • Sem conta bancária

  • Taxas baixas de débito

  • Diversos serviços

  • Cartão pré-pago com cashback

Contras

  • Maquininha básica

  • Grátis só com plano mensal

  • Bateria de baixa duração

  • Sem transferência bancária

  • Poucas bandeiras

  • Suporte limitado