É possível que você precise fazer uma venda digitada e receber pagamentos por telefone, e-mail ou celular se:

  • Você faz entrega de seus produtos, como restaurantes com delivery, e recebe pagamento durante o pedido

  • Você requer depósito a fim de assegurar contratações ou para fazer reservas, como hotéis

  • A sua maquininha de cartão não funciona por algum motivo

Além disso, receber pagamentos por venda digitada permite que você capitalize mais compras por impulso, fechando negócio rapidamente ainda durante uma conversa inicial por telefone – ou seja, antes que o cliente mude de ideia. Mas, quais medidas você precisa tomar para aceitar esse tipo de pagamento?

Antes de receber pagamentos por venda digitada

Antes que você possa receber pagamentos por telefone, e-mail ou digitando os dados do cliente no celular, você precisa tomar algumas medidas:

Primeiro, você precisa escolher um serviço de pagamentos que aceite transações “sem a presença física do cartão de crédito ou de débito.” Com frequência, você verá esse tipo de pagamento sendo chamado de “venda digitada”.

No Brasil, você irá fazer isso por meio de aplicativos para celular ou tablet. Estes são disponibilizados durante a compra de algumas máquinas de cartão, tais como PagSeguro, Cielo e GetNet.

Saiba mais: Como empresas de delivery estão recebendo dinheiro

Recebendo o pagamento

Uma vez que você tenha um aplicativo para venda digitada instalado no seu celular, você irá receber o pagamento seguindo os passos abaixo:

1. Entre no app e selecione a opção correta para este tipo de pagamento. Esta é geralmente chamada de “venda digitada”.

2. Insira o valor da venda.

3. Selecione a forma de pagamento. Caso a venda seja parcelada, selecione o número de parcelas.

4. Digite o número do cartão, mês e ano de validade, e o código CVV. Este tem três dígitos e pode ser encontrado no verso do cartão ao lado do espaço para assinatura.

Ilustração mostrando número de CVV do cartão de crédito

Número de CVV é usado no lugar da senha para confirmar pagamento

5. Não será possível inserir a senha. Mas, você pode precisar de informações de segurança adicionais, como nome, CEP, ou endereço do titular do cartão.

6. Confira os dados e aperte o botão Confirmar ou Completar Transação. É importante manter o cliente no telefone ou por perto enquanto a transação está sendo processada. Você pode usar este tempo para obter quaisquer outras informações necessárias.

7. Uma vez processado o pagamento, você poderá perguntar ao cliente como ele gostaria de receber o recibo. Alguns serviços fornecem a opção de envio por e-mail ou SMS (mensagem de texto). Ou, se você for enviar o produto, poderá incluir o recibo no pacote. Certifique-se de escrever “pago por telefone”, ou o que for correto, na cópia do seu recibo, caso você precise consultá-lo no futuro.

É isso – simples. Estes passos permitem que você comece a aceitar pagamentos sem a presença do cartão de plástico, o que deve gerar um crescimento nas suas vendas.

E a venda digitada é segura?

A venda digitada não é considerada como uma forma de pagamento tão segura quanto a feita com confirmação de senha. Por isso mesmo, algumas empresas irão cobrar taxas mais caras para esse tipo de transação. Isso porque é essa senha que garante que o seu cliente é mesmo o dono do cartão. E se isso for feito por telefone ou e-mail, a transação torna-se ainda mais discutível.

Ou seja, posteriormente, o seu cliente pode contestar a venda, dizendo que não foi ele quem autorizou o pagamento ou que o valor debitado é diferente do combinado. E isso pode levar a um pedido de chargeback ou estorno que você terá trabalho para resolver. A alternativa mais segura é usar a tecnologia PIN On Glass, mas essa ainda está engatinhando.

Isso não significa que você não deva usar venda digitada em seu negócio. Apenas tome cuidado e busque anotar o maior número de informações sobre o cliente durante a transação. Assim, você terá mais argumentos em seu favor durante uma possível disputa.

Quer saber melhor o que fazer em caso de chargeback ou estorno? Saiba mais sobre isso aqui.