Nossa avaliação(3.8/5)
Maquininha com ótimas taxas no comodato
A maquininha Yelly pode ser encontrada em dois modelos, compacta e tradicional. Ela vem atraindo a atenção com taxas baratas e uma boa seleção de bandeiras. Por outro lado, trata-se de uma marca pouco conhecida no mercado. Será que o barato sai caro? Veja o que descobrimos e o que já se sabe sobre essa solução de pagamentos para ajudar você a tomar uma decisão acertada.
  • Prós: Taxas baratas. Boa seleção de bandeiras. Aceita vouchers. Garantia ilimitada.

  • Contras: Regime de comodato. Não pode ficar mais de 180 dias sem vender. Sem informações sobre modelo compacto. Preço alto. Poucas informações sobre suporte.

  • Use Yelly se: quiser uma maquininha com ótimas taxas e tiver a certeza de vender no cartão com regularidade.

Maquininhas Yelly
  Yelly
R$399,00
12x R$33,25
R$699,00
12x R$58,25
cobra taxa de adesão
não cobra taxa de aluguel
modelo compacto, ideal para mobilidade modelo tradicional, com recibo impresso

Contrato é do tipo comodato

Vamos começar chamando atenção para o fato da aquisição de uma maquininha Yelly é sob o regime de comodato. O valor que você paga pela maquininha é uma taxa de adesão que garante o uso, manutenção e troca do aparelho.

Não há taxa de aluguel, o que é uma boa notícia, mas você pode perder a maquininha se não vender nada por 180 dias (5 meses) ininterruptos.  Mas, é possível repassar o aparelho em comum acordo com a empresa.

Tanto pessoas físicas quanto jurídicas podem adquirir uma maquininha Yelly. Durante o processo, você irá informar dados básicos e criar uma conta digital (login e senha) por meio da qual você irá gerenciar as suas vendas.

O frete é grátis para todo Brasil. O prazo de entrega é de 07 a 15 dias úteis para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste; e 10 a 20 dias úteis  para o Norte e Nordeste.

Maquininha Yelly POS S920 tem chip multioperadora

A Yelly conta com dois modelos de maquininha de cartão: POS (Pax S920) e MPOS (Link/2500). A segunda é o modelo compacto, com taxa de adesão de R$399,00 ou até 12 vezes de R$33,25.

Mas, não há muitas informações sobre os diferenciais da opção compacta. Por isso, vamos nos concentrar no outro modelo.

Yelly POS
Yelly
Taxa  de adesão R$699,00 ou 12x R$58,25
Modelo PAX S920
Recibo impresso
Bateria 12 horas
Teclado físico
Tela touch
Aceita cartão de chip, tarja e NFC

A maquininha de cartão Yelly POS S920 é parecida com os modelos de balcão que você já conhece. Ela imprime comprovante de papel e aceita pagamento por aproximação (NFC).

O teclado é físico e a tela é colorida e touch. E, assim como muitas outras maquininha de cartão, a Yelly permite conexão Wi-Fi e vem com chip 3G de fábrica.

O diferencial é que este chip é multioperadora, ou seja, você poderá conectar a maquininha à operadora de celular de melhor sinal na região em que você estiver.

Yelly

Maquininha Yelly tem bateria de até 12h

Isso pode ser uma grande vantagem, principalmente para quem trabalha de região a região ou faz entregas motorizadas. E você não corre o risco de ficar sem bateria, pois essa dura até 12h.

Por outro lado, a taxa de adesão da Yelly é mais alto que o de muitas concorrentes desse tipo: R$699,00 ou em até 12 vezes de R$58,25.

Taxas Yelly diferem de acordo com a bandeira

As taxas Yelly diferem de acordo com a bandeira do cartão usada pelo seu cliente. O prazo de recebimento dos saldos é sempre na hora no portal da empresa e em 1 dia na sua conta bancária.

A taxa de débito é 1,29% para cartões Visa e Mastercard, um custo bastante atraente. Já para os cartões Elo, Hiper e Hipercard, a taxa de débito é de 1,99%, compatível com a média de mercado.

Taxas Yelly
Débito 1,29% – Visa e Master
1,99% – outros
Crédito à vista 2,45% – Visa e Master
2,75% – outros
Parcelado 3,71% (2x) a 8,21% (12x) – Visa e Master
3,91% (2x) a 8,41% (12x) – outros
Saldo na hora – conta digital
1 dia – conta bancária

A taxa de crédito à vista é de 2,45% para Visa e Master e 2,75% para outras bandeiras. Essas são bastante baratas se comparadas com a concorrência, especialmente em se tratando de saldo antecipado.

Já para o parcelamento a taxa é de 3,71% (2x) a 8,21% (12x) para Visa e Master, e de 3,91% (2x) a 8,41% (12x). Novamente, estas são taxas excelentes. Você também poderá parcelar em até 18 vezes em qualquer cartão.

Para receber e sacar o saldo de suas vendas, você poderá solicitar um cartão pré-pago ou transferir o dinheiro para uma conta bancária.

Aceita principais bandeiras e vale-refeição

As bandeiras aceitas pela maquininha Yelly é bem interessante. Com ela, você poderá receber os principais de cartões de crédito e débito do mercado.

São eles: Visa, Mastercard, Elo, American Express, Hiper, Hipercard, Diners Club, JCB e Discover. Como você pode ver, a seleção é variada e inclui os preferidos por uma diversidade de clientes.

Bandeiras aceitas
Débito e crédito VisaMastercardEloAmerican ExpressHiperHipercardDiners ClubJCBDiscover
Vouchers Ticket

O único problema que você deve encontrar é se precisar receber bandeiras regionais ou que atendem a público mais específico, como Cabal e Banricompras.

A boa notícia é que a Yelly também aceita vouchers do tipo vale-refeição. Estes são VR e Ticket, ficando faltando bandeiras importantes como Alelo e Sodexo. Assim, se você for da área de alimentação, veja se isso é um problema para você.

Poucas informações sobre suporte

A Yelly ainda não conta com uma nota no Reclame Aqui, por isso não podemos falar sobre isso. Possivelmente, isso é devido ao fato da empresa ser nova no mercado.

Em termos de suporte ao cliente, as informações disponíveis são poucas. Sabemos apenas que a empresa conta apenas com atendimento por e-mail, o que pode tornar as coisas mais lentas. Mas é possível que hajam outros canais de atendimento.

O Veredicto

A maquininha de cartão Yelly parece uma boa opção para pequenos empreendedores. Como taxas baratas, boa seleção de cartões e garantia ilimitada, ela pode valer a pena para muitos negócios.

Por outro lado, trata-se de uma empresa nova no mercado e não se sabe muito sobre a qualidade da maquininha e dos serviços prestados. Há poucas informações sobre o modelo compacto e sobre o suporte. E a taxa de das maquininhas é mais alto que o preço cobrado por muitos concorrentes.

A Yelly também pode não ser uma boa opção para novos empreendedores (que ainda não sabem a frequência de uso do aparelho) e não é indicada para quem só usa a maquininha em certos meses do ano. Isso porque você perder o aparelho se não vender no cartão por 180 dias consecutivos.

Prós

  • Taxas baratas

  • Boa seleção de bandeiras

  • Aceita vouchers

  • Garantia ilimitada

Contras

  • Regime de comodato

  • Não pode ficar mais de 180 dias sem vender

  • Sem detalhes sobre modelo compacto

  • Preço alto

  • Poucas informações sobre suporte