Se você é cliente Claro ou pensa em adquirir um celular desta operadora, pode ter em mãos uma solução prática e simples para receber pagamentos de seus clientes. Trata-se do Meu Dinheiro Claro, resultado de uma parceria entre a Claro e o banco Bradesco, que transforma o seu celular em uma carteira digital.

E o melhor de tudo é que qualquer celular da Claro pode contar com esse serviço – não é preciso ter um smartphone de última geração nem ter acesso à internet, pois tudo acontece via USSD.

Quer saber mais? Então continue lendo esse artigo:

Receba pagamentos de forma imediata

Com o Meu Dinheiro Claro, você pode fazer compras, saques nos caixas eletrônicos do Bradesco ou Banco 24 Horas, cargas em dinheiro no Bradesco Expresso, recarregar os créditos do celular, além consultar saldos e extratos.

Mas é a possibilidade de fazer transferências entre clientes Meu Dinheiro Claro Bradesco que pode se tornar uma ótima solução para você que é micro ou pequeno empreendedor.

Com essa funcionalidade, se tanto você quanto o seu cliente foram cadastrados no Meu Dinheiro Claro, você poderá oferecer essa transferência direta como forma de pagamento. O dinheiro chega de imediato na conta do vendedor e um comprovante é enviado para ambos os celulares.

De posse do dinheiro da venda, você poderá optar por mantê-lo na carteira digital, sacá-lo, ou usá-lo para fazer compras em estabelecimentos comerciais cadastrados. Fique apenas atento aos limites impostos para cada tipo de transação (a seguir)

A realização dessas operações não consomem créditos do celular ou os minutos da internet do seu pacote de dados.

E as tarifas do Meu Dinheiro Claro relacionadas às transferências e saques são convertidas em bônus no celular, o que traz ainda mais vantagens para você e para o seu cliente – os valores das tarifas não estão claramente disponíveis no site da empresa, mas as informações mais recentes colocavam o custo de R$ 5 por saque, e R$1,50 para transferências.

Como funciona o Meu Dinheiro Claro Bradesco

Para adquirir o Meu Dinheiro Claro não é preciso comprovar renda, nem conta bancária, nem há consulta ao SPC ou Serasa. Basta ter acima de 18 anos e ser cliente da Claro.

Ilustração do app Meu Dinheiro Claro

O cadastro é feita da seguinte maneira: você vai até uma Loja Claro e faz a solicitação, tudo gratuitamente. Para ativar o Meu Dinheiro Claro, você terá que fazer uma carga em dinheiro em até 30 dias após a data da contratação do serviço.

Em seguida, com a carga feita, você receberá uma senha provisória no seu celular. De posse dela, você irá ligar para *444# e digitar a senha que recebeu. Com isso, o Meu Dinheiro Claro será ativado e estará pronto para ser utilizado a qualquer momento.

O mesmo número *444# deverá ser utilizado para acessar o menu de operações, e realizar a transação de sua preferência.

Vale lembrar que apenas uma conta Meu Dinheiro Claro é permitida por CPF e por celular Claro.

Como fazer a recarga

Para fazer a recarga do Meu Dinheiro Claro Bradesco, ou seja, fazer novos depósitos, você terá três opções:

  • Em dinheiro, usando a rede Bradesco Expresso

  • Por meio de transferência vinda de outro cliente da solução ou de uma conta corrente Bradesco

  • Ou via boleto bancário, o qual pode ser impresso no site Meu Dinheiro Claro e pago em qualquer agência bancária.

Limites de transação Meu Dinheiro Claro Bradesco

Para garantir que a solução não seja usada em lavagem de dinheiro ou pagamento de atividades criminosas ou ilícitas, foram impostos limites para cada uma das transações financeiras permitidas pela ferramenta. Confira a seguir:

Limite mínimo por transaçãoLimite máximo diárioLimite mensal
Carga em dinheiro ou boletoR$20,00R$500,00R$1.500,00
Transferência Bradesco para Meu Dinheiro ClaroR$20,00R$500,00R$1.500,00
Transferência entre clientes Meu Dinheiro ClaroR$20,00R$1.500,00R$1.500,00
Comprasnão háR$150,00R$3.000,00
Saque em dinheiroR$20,00R$800,00R$3.000,00
Recarga de celularR$8,00R$150,00R$3.000,00