Você não trabalha sozinho e quer saber como um leitor de cartão para celular pode ser a solução que faltava para você receber cartão de crédito?

Pois saiba que este tipo de solução pode sim ser usada por mais de uma pessoa, com a aquisição de mais de um aparelho. Estes, então, são integrados de forma a criar relatórios de venda únicos, por exemplo, permitindo que você acompanhe seu negócio como um todo com total segurança.

Essa pode ser uma ótima alternativa  para quem tem um sócio, ou uma equipe de vendedores  ou entregadores trabalhando de forma conjunta, seja porta a porta, nas ruas, ou em seu estabelecimento comercial.

E, para concretizar esse objetivo, basta investir em leitores de cartão que contem com aplicativos que permitem multicontas, como o da iZettle ou Zoop. Entenda o como e o porquê a seguir:

Primeiro, cadastre-se como pessoa jurídica

Por motivos óbvios, pessoas físicas e autônomos podem não ser aprovados para multicontas, já que se presume que estes trabalhem sozinhos.

Essa restrição é uma das medidas de segurança adotadas pelas empresas para evitar fraudes, por isso pode ser difícil, ou mesmo impossível, negociar esse quesito, já que não depende apenas da fornecedora do leitor, mas também das operadoras de cartão de crédito e das normas da legislação brasileira para pagamentos móveis.

Já pequenos empresários e empreendedores costumam ter sócios ou funcionários, e podem necessitar de que todos eles aceitem cartões de créditos de seus clientes, inclusive em locais diferentes e ao mesmo tempo.

Assim, caso você tenha interesse em oferecer um leitor de cartão para celular para seus sócios ou membros de sua equipe, cadastre-se como pessoa jurídica como a sua empresa preferida de leitor de cartão, e adquira o número de leitores  móveis do qual necessita para o seu negócio.

Em seguida, configure o aplicativo

O aplicativo multicontas da iZettle, por exemplo, pode ser configurado de forma a garantir acesso diferenciado para cada membro de sua equipe. Cada um deles terá o seu próprio login e senha, não sendo preciso, assim, que você compartilhe informações sigilosas com ninguém mais.

Ou seja, os membros da sua equipe poderão acessar informações essenciais para a realização do pagamento, mas o controle operacional continuará sendo exclusivo do titular da conta.

Além disso, todos os pagamentos recebidos terão seus saldos direcionados para apenas uma única conta bancária: a sua. Os  membros da sua equipe não poderão editar este ou nenhum outro dado da sua empresa ou bancários, nem acessar a sua conta no site da iZettle, editar a galeria de produtos, muito menos incluir outros membros à equipe.

E o nome e sobrenome do membro de sua equipe aparecerá no recibo da venda efetivada por ele, assim você poderá ter controle sobre quem vendeu o quê. E todos esses serviços não custam nada extra para você.

Homem e mulher preocupados olhando papéis sobre mesa com café e calculadora

Sócios podem receber cartão sem dor de cabeça com leitor de cartão

E se eu não quiser comprar mais de um leitor de cartão?

Infelizmente, compartilhar o seu leitor de cartão com outras pessoas pode trazer mais problemas do que soluções. Veja a seguir apenas três deles:

1 – Enquanto titular da conta, você é o único responsável por todas as transações comerciais realizadas por meio dela. Por isso, caso o seu leitor seja utilizado em algo ilegal, a responsabilidade será sua, ainda que você diga que não realizou a operação. Claro, é possível levar o caso para a justiça, mas isso pode significar muito mais custo e tempo do que o empregado na compra de um segundo leitor de cartão.

2 – Emprestar a sua máquina de cartão também significa dizer que você ficou sem uma em seu poder. Ou seja, você poderá perder vendas, enquanto aguarda pelo retorno da máquina.

3 – Além disso, o contrato que você fechou com a empresa fornecedora do seu leitor de cartão pode considerar esse compartilhamento como ilegal, por isso leia-o com cuidado antes de pensar em adotar este tipo de solução.

Desta forma, fica claro que é melhor não economizar neste quesito e contar com o número de leitores de que você precisa de antemão. É importante lembrar que, se você adquirir um modelo sem custo fixo de mensalidade, o seu investimento será apenas o custo do leitor. Outras taxas só existirão quando e se você vender alguma coisa.

E o meu sócio?

Por uma questão de segurança, como foi explicado, os leitores de cartão oferecem privilégios apenas para o titular da conta. E este deve ser apenas uma pessoa, escolhida no momento do cadastro.

Assim, se você tem um sócio com igual poder de decisão e funções parecidas na sua empresa, ainda assim, o perfil dele terá acesso restrito às funcionalidades do aplicativo, como qualquer outro membro da equipe.

Se for de seu interesse garantir transparência total com o seu sócio, você terá que compartilhar com ele o seu login e senha, e arcar com possíveis consequências como titular da conta da mesma forma. Claro que você também poderá contestar judicialmente casos de fraude, mas a dor de cabeça seguirá o ritmo legal.

Em resumo:

Vale muito mais a pena investir em um segundo, terceiro, etc, leitor de cartão para celular desenvolvido por uma das empresas com aplicativos multicontas. O investimento irá compensar no longo prazo todos os possíveis problemas trazidos por soluções aparentemente mais interessantes.