Se você com dificuldades para conseguir empréstimo por estar com o nome sujo na praça, saiba que não é o único. Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), o Brasil tem mais de 60 milhões de pessoas com dívidas pendentes ou negativadas.

Mas, ainda assim, é possível obter empréstimo e usá-lo para pagar dívidas ou para abrir ou fortalecer um micro e pequeno empreendimento. Veja a seguir as opções disponíveis.

Opção de EmpréstimoInstituições
Refinanciamento de veículoBV Financeira, Banco Itaú, Creditas e Santander
Penhora de bensCaixa Econômica Federal
Garantia de imóvelBV Financeira, Banco Itaú, Creditas e Santander
MicrocréditoBNDES, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil
Opção de
Empréstimo
Instituições
Refinanciamento de veículoBV Financeira, Banco Itaú, Creditas e Santander.
Penhora de bensCaixa Econômica Federal
Garantia de imóvelBV Financeira, Banco Itaú, Creditas e Santander
MicrocréditoBNDES, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil

Refinanciamento de veículo

O refinanciamento de veículos é uma opção de empréstimo disponível para quem está negativado. Se você tiver um carro quitado em seu nome, pode oferecê-lo como garantia para obter o crédito que precisa. O limite será estabelecido com base no valor de revenda do veículo.

E, devido à essa garantia, as taxas são bem atrativas. Algumas instituições que oferecem este tipo de empréstimos são BV Financeira, Banco Itaú, Creditas e Santander.

Penhora de bens

Nesta opção, você pode oferecer bens de menor valor como garantia. Normalmente, a liberação do dinheiro é rápida e com pouca burocracia – não há análise de crédito ou comprovação de renda.

A penhora é indicada para quem precisa de dinheiro rápido, mas os prazos de parcelamentos são muito curtos. E se você não conseguir honrar com os pagamentos, os bens vão a leilão.

A instituição mais recomendada para este tipo de empréstimo é a Caixa Econômica Federal.

Empréstimo com garantia de imóvel

Se você precisa de um valor alto para o seu negócio, o empréstimo com garantia de imóvel será a melhor alternativa. Nessa modalidade, você oferece um imóvel quitado em seu nome como garantia e recebe um valor suficiente para sua necessidade.

Miniatura de carro e casa ao lado de moedas representando garantia de imóvel

Você pode usar carro ou imóvel como garantia de empréstimo

Algumas instituições que oferecem este tipo de empréstimo são BV Financeira, Banco Itaú, Creditas e Santander.

Microcrédito

Microcrédito é uma opção de empréstimo para destinada para autônomos, micro e pequenos empreendedores, mesmo com nome negativado. É recomendado para quem deseja expandir seu empreendimento, com faturamento bruto anual de até R$120 mil.

Essa opção é válida também para autônomos, como vendedores ambulantes, eletricistas, faxineiros e cabeleireiros. As taxas de juros cobradas são reguladas por lei, a qual estabelece que estas não podem ultrapassar a margem de 4% ao mês. O valor do empréstimo varia entre R$300,00 até R$15 mil.

BNDES, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil são algumas instituições que disponibilizam microcrédito.

Como conseguir um empréstimo com nome negativado?

Primeiro, é importante descobrir de quanto você realmente precisa. Se você já está negativado analise bem a sua situação. Quanto maior for o valor de que você precisa, mais altas serão as parcelas e por mais tempo você ficará preso a elas.

Lembre-se de que o valor da parcela não pode ser maior que 1/3 (um terço) da sua renda mensal. Então, além de descobrir de quanto precisa, avalie o valor final das parcelas.

Quando for solicitar o empréstimo, apresente o seu orçamento mensal. Ele deve conter o quanto você ganha e o quanto você gasta. Comprove a sua renda mensal de alguma maneira, mesmo que seja com o extrato da conta bancária dos últimos 3 meses.

Se optar por penhora, junte todas as documentações necessárias para comprovar a posse legal do bem.

A solução pode estar mais próxima

Se mesmo com as opções sugeridas acima você ainda tiver dificuldades, ainda existe mais uma alternativa: solicitar um empréstimo a familiares ou amigos. Estes conhecem você e sabem os motivos pelos quais você ficou com o nome sujo, e podem estar mais abertos a ajudá-lo sem que você tenha que penhorar um bem.

Mas, é preciso ter cuidado. Conversem bem sobre o motivo da necessidade do empréstimo, o projeto em que será usado e acertem bem a forma de pagamento. Assim, você evita problemas no futuro.

Leia Mais: Banco Central promete aumento na oferta de crédito