• Moeda com logomarca Bitcoin de pé

Como receber pagamentos em bitcoins

Por Luciana Damasceno|2018-08-08T12:58:19+00:0028/08/2015|

Você já deve ter ouvido falar em bitcoins, a moeda virtual que permite transações comerciais nacionais e internacionais sem interferência bancária ou ingerência de nenhum governo.

Mas, será que você já entendeu o que é bitcoin, e se isso pode te ajudar a vender mais para seus clientes?

O que é bitcoin?

Bitcoin é uma moeda que existe e é trocada totalmente online, por meio de uma rede de pagamento controlada por seus próprios usuários. Ou seja, não espere, pelo menos a princípio, ver notas de bitcoins circulando por aí.

Por eliminar o intermediário bancário, as transações comerciais tornam-se mais rápidas, menos burocráticas, e não sofrem com estratagemas políticas governamentais – não existe um Banco Central determinando o valor da moeda por questões de interesse particular, por exemplo.

O bitcoin foi publicado em 2009 por alguém chamado Satoshi Nakamoto, mas essa pessoa nunca foi identificada em definitivo.

O código do bitcoin é aberto (tecnologia livre), o que significa dizer que ninguém será capaz de controlar o bitcoin como um todo, pois qualquer pessoa como conhecimento na área pode adaptá-lo ou mesmo criar uma moeda concorrente – mas isso não implica em falta de segurança para o sistema atual, pois este já foi estabelecido e conta com suas regras de utilização bem definidas, e sem o consenso o comércio e a troca da moeda seria impossível.

Como eu posso comprar com bitcoins?

Em primeiro lugar, você terá que baixar um software ou aplicativo específico em seu computador pessoal, smartphone ou tablet chamado de carteira Bitcoin – entre as opções disponíveis no mercado estão o Bitcoin Core e o Bitcoin Wallet. Este irá armazenar os seus bitcoins e permitir a transmissão da moeda virtual.

Em seguida, você deverá comprar bitcoins assim como faria com qualquer moeda internacional: indo até uma uma casa de câmbio. Mas, como trata-se de uma moeda internacional, você deverá dirigir-se apenas virtualmente para uma casa de câmbio online que vende bitcoins, tais como a BitCambio e Mercado Bitcoin.  Estas aceitam pagamentos por meio de cartão de crédito e transferência bancária.

De posse de seus bitcoins, você poderá utilizá-los em estabelecimentos comerciais que os aceitem. Atualmente, o número de lojas virtuais que aceitam bitcoins só tem crescido, e já conta com empresas de peso, como Tecnica, Dell, Microsoft, Namecheap e WordPress.

Outras formas de adquirir bitcoins é trocando diretamente com outra pessoa; com o pagamento de bens e serviços (e recebendo bitcoins como troco); e minerando bitcoins você mesmo (vamos explicar o que é isso daqui a pouco).

Ilustração de logo Bitcoin

Como posso vender e receber pagamentos em bitcoins?

Se você quer receber pagamentos em bitcoins, é muito simples: basta oferecer essa opção para seus clientes. A transação é realizada por meio do software que você baixou, e pode levar um máximo de 10 minutos para ser confirmada (tempo gasto pelo minerador para validar a venda), mas a mesma acontece instantaneamente.

O valor que você faturar com suas vendas cai imediatamente na sua conta bitcoin, e você pode optar por mantê-la por lá mesmo, ou poderá trocá-la por moeda nacional com a casa de câmbio virtual.

Outra opção que acabou de chegar ao Brasil é o ponto de venda Snapcard Bitcoin POS, resultado de uma parceria entre a Snapcard e o PapPop. Com ele, você poderá receber pagamentos em bitcoins direto no seu PagPop.

Quais as taxas pagas no bitcoin?

As taxas cobradas durante transações bitcoins são mínimas ou inexistentes (geralmente, apenas alguns centavos) e visam pagar os mineradores, além de terem caráter educativo (seguindo a norma “ninguém valoriza o que é de graça”).

Quanto custa um bitcoin?

Quem determina o valor do bitcoin é a relação entre a oferta e a procura do mercado pela moeda virtual. Como a oferta de bitcoins é limitada, e a procura ainda é baixa, o valor comparativo da moeda ainda é alto, e pode ser volátil – subindo ou descendo por conta de algumas transações significativas.

Atualmente, um bitcoin custa R$ 832,74 (agosto/2015). Mas não se assuste, pois é possível comprar milhonésimos de bitcoins  (cada bitcoin tem 1.000.000 de bits) e fazer negócios com eles.

E o que é mineração de bitcoins?

Para garantir que a transação comercial seja validada e aconteça de forma correta e segura, é preciso que a mesma seja supervisionada por alguém. E esse alguém é um minerador, um indivíduo que se disponibiliza a fazer esse monitoramento e a casar as transações comerciais às demandas do sistema operacional.

Esses minerados são autônomos, não pertencendo à nenhuma empresa em específico, vivem em diversos países do mundo, e fazem isso voluntariamente em troca de pagamento em bitcoins automaticamente transferidos para eles a cada transação conformada.

No entanto, se você já está sonhando em ganhar dinheiro tornando-se um minerador, saiba que não é tão simples assim. A tarefa exige supercomputadores com hardware específico, e mesmo que você investisse no equipamento e contasse com o conhecimento necessário, ainda poderia passar meses sem confirmar uma única transação.

Posso ganhar dinheiro no câmbio de bitcoins, então?

Teoricamente, sim. Mas é importante ressaltar que se trata de uma moeda bastante volátil, e que se você não tiver um bom conhecimento sobre como este tipo de investimento acontece pode ter perdas monstruosas da noite para o dia.

Além disso, não há Banco Central ou nenhuma lei de proteção ao consumidor por trás disso, por isso você não terá a quem reclamar se você se sentir injustiçado. E o bitcoin foi criado com o objetivo de oferecer uma alternativa livre para a transferência de dinheiro e transações comercias, sem caráter especulativo, por isso não há muito apoio disponível nesse sentido.

O bitcoin é legal e confiável?

Sim. Apesar de não contar com nenhum mecanismo legal por trás dele, as operações financeiras via bitcoins são confiáveis. Isso porque o sistema é aberto e qualquer um pode ver as transações comerciais realizadas com bitcoins – mas não quem as fez, pois o anonimato das partes é tecnicamente garantido, a menos que alguém decida investir a fundo a fonte da transação (por haver suspeita de atividade criminosa) ou caso haja uma disputa por fraude ou estorno.

Poucos países contam com restrições ao uso de bitcoins, e o Brasil e seus principais parceiros comerciais não são um deles – o primeiro criptobanco brasileiro já está dando os primeiros passos. Além disso, o fato do bitcoin serem uma moeda disponível em quantidade limitada – 21 milhões de bitcoins estão e estarão em circulação, e não mais que isso – deve estar fazendo com que muitos governos não o considerem como uma ameaça real ao seu sistema financeiro.

Assim, para você, pequeno empreendedor ou empresário, o bitcoin pode ser uma forma de pagamento interessante, principalmente se você vender para clientes em outros países por meio de uma loja virtual. Trata-se de uma moeda mais barata, livre de impostos e sem burocracia. No entanto, fique de olho na volatilidade da moeda e faça trocas em moeda nacional sabiamente, para não perder dinheiro.